domingo, 18 de junho de 2017

“O socialismo só irá funcionar quando for pleno! Até lá, nunca houve socialismo nenhum!”







(...) [N. do E.: sobre Equador e Bolívia, que utilizam, respectivamente, o dólar e uma moeda atrelada ao dólar (na prática, refutando a própria retórica anti-imperialismo) e dão bastante liberdade para o mercado informal, veja aqui).
Mas qual é a desculpa para a falta de crescimento econômico na Argentina, no Brasil e na Venezuela? Todos esses países, na última década, adotaram o populismo econômico: mais ativismo estatal, mais regulação estatal, mais intervenções estatais, e mais controle estatal sobre a economia. Logo, por que estes países não ultrapassaram os outros países latino-americanos mais voltados para o mercado?
De acordo com a lógica socialista, o verdadeiro problema é que nenhum destes países adotou o socialismo total.
Isso é muito gostoso: toda vez que algumas reformas socialistas são tentadas — e fracassam —, a ideologia já tem uma justificativa pronta: o socialismo só irá funcionar quando for implantado por completo.
Agora, apenas imagine qual seria a situação da humanidade se o mesmo raciocínio fosse válido para uma economia de mercado. Dado que nenhuma ideologia jamais será implantada por completo, isso significa que a humanidade estaria condenada a viver para sempre na mais abjeta e sórdida pobreza.
Felizmente, reformas de mercado meramente parciais e casuais já conseguem melhorar nossa situação. Infelizmente, governos estão sempre comprometidos em nos empurrar para a direção errada, com sua manipulação da moeda e do crédito, seus controles de preços, e suas crescentes regulações e tributações.
Os ataques aos mercados são contínuos e generalizados. Felizmente, todo o necessário para melhorar a situação novamente é um movimento de contra-reação que leve a economia de volta em direção a mercados mais livres.
Todos faríamos bem em estudar e aprender as lições do Leste Europeu, da Alemanha Ocidental, da América Latina e de todos os outros regimes que, de forma relutante ou voluntária, saíram da frente e deixaram o mercado funcionar com mais liberdade.
Os socialistas podem continuar sonhando com a maneira como seu prometido paraíso será realizado no dia em que o socialismo pleno e puro for alcançado. Enquanto isso, na vida real, a economia de mercado continuará aprimorando a situação e o padrão de vida de bilhões de pessoas.


Sem comentários: